O Pesadelo

sombraSombras rápidas movem-se
No pesadelo lento e arrastado.
Cercam, confundem, escurecem.
Não posso tocá-las. Entretanto às sinto…

Ferozes,
Atrozes,
Em contínuas
Metamorfoses,
Formam imagens,
Às vezes disformes,
Outras nítidas,
Nítidas cirroses,
Horrendas necroses
Contaminando sem pudor
Em doses, doses, e mais doses
De obsessivas psicoses,
O incauto observador.

Sorrisos embaçados
Seguidos de carrancas sofridas
Em chagas ardentes fornidas
Pululam num frenesi cansado.

Agarro-me à inútil esperança de que a luz
desfaça as sombras com o amanhecer.

Mas eu nunca acordo aliviado.
E sigo a vida no pesadelo arrastado.